Sites Grátis no Comunidades.net Criar um Site Grátis Fantástico
Publicações Científicos que apoiam o Dr. Lair


Estuda_12_horas

Fundamentos Científicos das Recomendações do Dr. Lair Ribeiro

Sodré Neto
Canal Paleontologia em T  
Canal Minha Saúde - Curas Naturais 

 

(Pesquisa nossa independente, texto em construção)

Tópicos em Discussão 

  1.  BENEFÍCIOS DA ÁGUA ALCALINA
  2.  DIETAS QUE COMBATEM O CANCER
  3.  LEITE
  4.  OZONIOTERAPIA E O3-AHT
  5.  COLESTEROL 
  6.  PLACEBO E NOCEBO
  7.  ÓLEO DE COCO
  8.  SUPLEMENTAÇÃO 
  9.  TRATAMENTO DA CAUSA E CONSEQUÊNCIA
  10.  LEITE  

 
ESCLARECIMENTO PRÉVIO IMPORTANTE DE MECANISMOS DE PESQUISA E COMO ISTO PREJUDICA A CIÊNCIA
https://www.youtube.com/watch?v=SQpVUYjwRW8&t=176s 
RESPOSTA A REPORTAGEM DO DOMINGO ESPETACULAR 
https://www.youtube.com/watch?v=V-A5-OJIBbE


1. BENEFÍCIOS DA ÁGUA ALCALINA

O Ricardo do canal "Minha Saúde- Curas Naturais" fez um excelente resumo de 22 livros de cientistas que publicaram a respeito dos benefícios da água alcalina, onde ele cita que só um dos autores , o Dr Batmanghelidjh, cita 272 artigos científicos. 

No Vídeo do Dr. Lair   
Ele mostra águas boas e ruins, fala mal do refrigerante que tem 2,5 de ph, que ambiente ácido extimula inflamações e crescimento do câncer.  Água com tensão superficial muito alta. Água de torneira vem com hormônios. Temos que prestar atenção na qualidade da água. Filtros de chuveiro devido ao cloro. Sauna seca e não úmida. A água deveria ser tratada com ozônio e não com cloro. Hipotireoidismo e agua com cloro. O cloro briga com iodo na sua tireoide. Brometo demais, flúor, bromo , são primo irmãos...e atrapalham o iodo, substituem o iodo e a tiroxina. Existem filtros que mudam o ph da agua, agua ionizada, ele fala bem desta tecnologia. Água com gás sem que seja da fonte , tem que ver o ph .... Água alcalina. Água em excesso faz mal pois sobrecarrega rins. Recomenda solução de lugol (iodo+iodeto). Água alcalina ajuda contra oxalato de cálcio cálculos nos rins 84%. 

Citações científicas que estamos reunindo que fundamentam algumas destas declarações (com o passar do tempo estaremos pesquisando mais, por enquanto encontramos estas):

Citações

"O estudo conduzido por Wynn et al. nas águas comerciais europeias e norte-americanas revela que a água rica em cálcio do bicarbonato tem um poder alcalinizante e pode aumentar o pH sérico e urinário, criando um ótimo ambiente para a mineralização óssea  https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5318167/Wynn E, Raetz E, Burckhardt P. A composição das águas minerais provenientes da Europa e da América do Norte em relação à saúde óssea: composição de água mineral ideal para o osso. Br J Nutr. 2009 Abr; 101 (8): 1195-9. [ PubMed ]

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/16314004

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/20836884 "
 CONCLUSÕES:O consumo de água AK foi associado ao melhoramento do equilíbrio ácido-base (isto é, uma alcalinização do sangue e urina) e do estado de hidratação quando consumido em condições de vida livre".

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/19515242 "CONCLUSÃO:Nossos resultados sugerem que a ingestão de um suplemento multimineral está associada a um aumento significativo no sangue e no pH urinário. As consequências relacionadas com a saúde desta suplementação continuam a ser determinadas"

Efeito antidiabético de água alcalina reduzida em ratos OLETF.

Jin D, Ryu SH, Kim HW, Yang EJ, Lim SJ, Ryang YS, Chung CH, Park SK, Lee KJ
Biosci Biotechnol Biochem. 2006 Jan; 70 (1): 31-7. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/16428818

Para reposição óssea https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/11193246
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/18203918

Efeitos no sangue " A água alcalina (ALK) tem a hipótese de ser superior à água purificada padrão na restauração da reidratação e da viscosidade do sangue com alto cisalhamento durante um período de recuperação de 2 horas após desidratação induzida pelo exercício" https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/11193246 

Influência de água ionizada alcalina na atividade da hexoquinase de eritrócitos de ratos e miocardio. Watanabe T, Kishikawa Y, Shirai WJ Toxicol Sci. 1997 maio; 22 (2): 141-52.

A água reduzida eletronicamente recupera espécies de oxigênio ativo e protege o DNA contra danos oxidativos.
Shirahata S, Kabayama S, Nakano M, Miura T, Kusumoto K, Gotoh M, Hayashi H, Otsubo K, Morisawa S, Katakura Y Biochem Biophys Res Commun. 1997 8 de maio; 234 (1): 269-74.

O mecanismo dos efeitos antioxidantes reforçados contra radicais aniões superóxido de água reduzida produzida por eletrólise.
Hanaoka K, Sun D, ​​Lawrence R, Kamitani Y, Fernandes G
Biophys Chem. 2004 1 de janeiro; 107 (1): 71-82.

Efeitos sobre a saúde da dieta alcalina e da água, redução da carga bacteriana do aparelho digestivo e aterramento.
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/27089527

Água Alcalina e Longevidade: Um Estudo Murine
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4906185/

A Dieta Alcalina: Existe evidência de que uma dieta de pH alcalina beneficia a saúde? (sim)
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3195546

http://journals.sagepub.com/doi/abs/10.1177/000348941212100702

Potenciais benefícios de pH 8.8 água potável alcalina como adjuvante no tratamento da doença por refluxo


Uma água mineral carbonatada rica em sódio reduz o risco cardiovascular em mulheres na pós-menopausa

http://jn.nutrition.org/content/134/5/1058.short


Efeito de algumas águas minerais naturais na absorção de nutrientes pelas células Caco-2


http://econtent.hogrefe.com/doi/pdf/10.1024/0300-9831/a000013


A água mineral bicarbonatada de sódio diminui a lipemia pós-prandial em mulheres pós-menopáusicas em comparação com uma baixa água mineral

https://www.cambridge.org/core/journals/british-journal-of-nutrition/article/sodium-bicarbonated-mineral-water-decreases-postprandial-lipaemia-in-postmenopausal-women-compared-to-a-low-mineral-water/2BE11D262072FADABF43A6D17B1E0109

Redução do risco cardiovascular por água mineral bicarbonatada de sódio em adultos jovens moderadamente hipercolesterolêmicos

http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0955286309001703

A água mineral bicarbonatada com sódio diminui os níveis de aldosterona sem afetar a excreção urinária de minerais ósseos

http://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/09637480701560308

Aumento da excreção de ácido biliar e redução do colesterol sérico após crenoterapia com água mineral rica em sal

https://link.springer.com/article/10.1007/BF03339668


Efeitos de uma água mineral bicarbonato-alcalina sobre funções gástricas e dispepsia funcional: estudo pré-clínico e clínico
http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1043661802002323

Uma água mineral bicarbonatada de sódio reduz o esvaziamento da vesícula biliar e a lipemia pós-prandial: estudo cruzado randomizado de quatro vias


http://link.springer.com/article/10.1007/s00394-011-0244-x


Bicarbonato de sódio e cloreto de sódio: efeitos na pressão sanguínea e homeostase eletrolítica em homens normais e hipertensos. http://journals.lww.com/jhypertension/Abstract/1990/07000/Sodium_bicarbonate_and_sodium_chloride__effects_on.10.aspx

Efeito do cloreto de sódio e água mineral rica em bicarbonato de sódio sobre a pressão arterial e parâmetros metabólicos em idosos normotensos: um ...

http://journals.lww.com/jhypertension/Abstract/1996/01000/Effect_of_sodium_chloride__and_sodium.17.aspx

A ingestão de água mineral reduz a pressão arterial entre indivíduos com baixos níveis urinários de magnésio e cálcio
A ingestão de água mineral reduz a pressão arterial entre indivíduos com baixos níveis urinários de magnésio e cálcio
https://bmcpublichealth.biomedcentral.com/articles/10.1186/1471-2458-4-56


Aporte de calcio, magnesio y sodio a través del agua embotellada y de las aguas de consumo público: implicaciones para la salud
Intake of calcium, magnesium and sodium through water: health implications
http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0025775308754575

10 Benefícios da Água Alcalina mostrados pelos Estudos
 http://www.lifeionizers.com/blog/10-benefits-of-alkaline-water-studies/#ixzz4wcaWztAC

The Alkaline Diet Plan: The Best Selling Diet Book on How to Lose Weight with the Alkaline Water and Diet Plan with the Alkaline Diet Recipe Cookbook including Alkaline Diet Food and Juicing Recipes
(https://www.amazon.co.uk/Alkaline-Diet-Plan-Cookbook-including/dp/1492284653)

How to Make Alkaline Water (Alkaline Water Benefits Book 1)
(https://www.amazon.in/Make-Alkaline-Water-Benefits-Book-ebook/dp/B00BT71NFE)

Alkaline-Water-Proof-Book.pdf
(https://pt.scribd.com/document/358809998/Alkaline-Water-Proof-Book-pdf)

Water Cures: Drugs Kill
YOU ARE NOT SICK, YOU ARE THIRSTY. How Water Cured Incurable Diseases
https://openlibrary.org/books/OL8560876M/Water_Cures_Drugs_Kill


 





1. EXISTEM DIETAS QUE COMBATEM O CÂNCER ? SIM OU NÃO ?


Sim existem!  E os médicos entrevistados estão em falta em suas atualizações sobre câncer , mesmo sendo especialistas em oncologia, demonstrando ainda outra fala do Dr. Lair alegando que o curso de medicina não aprofunda quase nada em nutrição e a especialização em oncologia praticamente só ensina protocolos de ministração de quimioterapia e radioterapias. As abordagens de imunoterapia que estão surgindo aos poucos na cultura e prática médica, mas ainda vigora a política de  quimioterápicos .

Primeiro estudo é de 2005 , o que demonstra que as declarações  dos oncologistas nas entrevistas do programa do "conexão repórter" estão no mínimo com 12 anos de atraso em termos de atualização do conhecimento em câncer .

 

Ornish D, Weidner G, Fair WR, Marlin R, Pettengill EB, Raisin CJ, Dunn-Emke S, Crutchfield L, Jacobs FN, Barnard RJ, Aronson WJ, McCormac P, McKnight DJ, Fein JD, Dnistrian AM, Weinstein J, Ngo TH, Mendell NR, Carroll PR. Intensive lifestyle changes may affect the progression of prostate cancer. J. Urol. 2005 September;174(3):1065-1069.

 

http://www.cam-cancer.org/The-Summaries/Dietary-approaches/Ornish-diet-and-lifestyle-modification-programme/Does-it-work

Testes clínicos

A dieta de Ornish e o programa de modificação do estilo de vida foram testados em um estudo randomizado em 93 homens com câncer de próstata precoce com biópsia (PSA 4-10 ng / ml, escores de Gleason menores que 7) que optaram por não se submeter a nenhum tratamento convencional 3. Após 1 ano, as mudanças intensivas no estilo de vida resultaram em uma diminuição de PSA de 4% e uma inibição do crescimento estimulado pelo soro de células LNCaP de 70%, em comparação com um aumento de 6% do PSA e apenas 9% de inibição do crescimento LNCaP no grupo controle (não seguindo a dieta de Ornish e o programa de modificação do estilo de vida, mas fazendo mudanças de estilo de vida conforme o recomendado pelo médico). Nenhum dos 44 pacientes no grupo de tratamento, mas 6 dos 49 pacientes com controle tiveram de sofrer tratamento convencional (p. Ex., Prostatectomia radical, radioterapia ou terapia de privação de andrógenos) devido a aumento do PSA e / ou progressão da doença na ressonância magnética imagem. Após 2 anos, 2 dos 43 pacientes experimentais e 13 dos 49 pacientes com controle sofreram tratamento convencional com câncer de próstata;10 . Os pacientes experimentais apresentaram melhorias maiores nos parâmetros de saúde cardiovascular do que os pacientes controle. Os pacientes do grupo de tratamento pareciam experimentar otimismo geral e esperança, ganhar ganhos em sua disponibilidade emocional e valorizar uma experiência de comunidade entre colegas

Ornish
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/11295627
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/18602144
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/16094059
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/16413347

Richard Belivéau - Mais de 100 artigos ligados a alimentação e câncer
http://sodregoncalves.no.comunidades.net/cancer-bibliografia

http://sodregoncalves.no.comunidades.net/pagina-sem-titulo3


2.LEITE

Sobre a controversia ligada a LEITE E CALCIO , alguns estudos :
 
Demasiada láctea, os carboidratos podem prejudicar o esperma dos homens
Cobertura no US News & World Report, 26 de outubro de 2012, com o Jorge Chavarro da HSPH
 
https://www.hsph.harvard.edu/news/hsph-in-the-news/dairy-carbs-harm-sperm/
 
O consumo freqüente de lácteos com baixo teor de gordura pode aumentar o risco de doença de Parkinson
O consumo de três ou mais porções de lácteos com baixo teor de gordura a cada dia foi associado a um risco maior de ser diagnosticado com doença de Parkinson (PD) em um grande estudo de homens e mulheres dos EUA, de acordo com um novo artigo da Harvard TH Chan School
https://www.hsph.harvard.edu/news/hsph-in-the-news/parkinsons-disease-dairy/
 
Fraturas em adolescentes e adultos e consumo de leite
 
http://jamanetwork.com/journals/jamapediatrics/fullarticle/1769138?=
 
O consumo freqüente de lácteos com baixo teor de gordura pode aumentar o risco de doença de Parkinson. O consumo de três ou mais porções de lácteos com baixo teor de gordura a cada dia foi associado a um risco maior de ser diagnosticado com doença de Parkinson (PD) em um grande estudo de homens e mulheres dos EUA, de acordo com um novo artigo da Harvard TH Chan School https://www.hsph.harvard.edu/.../parkinsons-disease-dairy/
 
O alto consumo de leite pode diminuir o tempo de vida através do aumento do estresse oxidativo. https://academic.oup.com/aje/article/doi/10.1093/aje/kww124/2981960/Milk-Fruit-and-Vegetable-and-Total-Antioxidant

***ESTE ESTUDO DENUNCIA CLARAMENTE OUTROS ESTUDOS COMO TENDO SIDO ENCOMENDADO PELA INDUSTRIA LEITEIRAS Peter Marckmann. Conclusões enganosas sobre os efeitos na saúde do queijo e dietas enriquecidas com carne em estudo patrocinado pela indústria láctea. http://ajcn.nutrition.org/content/103/1/291.full?sid=b9aa2815-7edf-466d-8edd-c7011d69d80e

 
Fonte: Sodré Neto
www.sodregoncalves.rede.comunidades.net
 
LAIR RIBEIRO PARA DIRETOR DA ANVISA
https://www.facebook.com/groups/300807910295860/



3. OZONIOTERAPIA

Cura 236 doenças segundo Dr. Lair Ribeiro
Usada em mais de 50 países 
Economiza bilhões do SUS
Possui milhares de artigos científicos

NOVA PETIÇÃO POPULARIZA A OZONIOTERAPIA http://www.peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=BR102418

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/15389131
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/?term=O3-AHT


4
. COLESTEROL 

 
Sobre controversia entre colesterol
 
http://bmjopen.bmj.com/content/6/6/e010401

Para quem ler alguem falando mal do Lair , posto aqui referencias cientificas que o referenciam
 
72 artigos dele como autor e co-autor , fora livros e um monte de estudos

5. PLACEBO E NOCEBO 
Destaco em meu livro neste link quatro aspectos podem curar ou inibir o câncer 

1. O efeito placebo que é reconhecido e demonstrado na literatura científica por poder curar a pessoa. Células T comandam nosso sistema imunológico (Anne) e recebem ordens dos neurônios. (Ver Publicações sobre influência da mente no câncer https://faculty.mdanderson.org/profiles/lorenzo_cohen.html ).

2. Abordagens indutoras de apoptose. Os alimentos e plantas nutracêuticos junto com mudança de estilo de vida ( 1 milhão de artigos científicos, destaco grandes oncologistas desta linha como Ornish, Richad Beliveau, Denis Gringas, etc e tal

3. As medidas convencionais da radioterapia, quimioterapia e cirurgias (sobretudo as menos invasivas
3.1 Radioterapias mais precisas efetuados por equipamentos mais modernos
3.2 Quimioterapias mais modernas que atacam com maior especificidades células alvo
3.3 Cirurgias menos arriscadas ou menos invasivas como laser

4. Imunoterapias como este sistema que saiu agora que custa 475 mil dólares onde pega a linfa junto com as células alvo, a educa, depois a multiplica e retorna a linfa da pessoa. O que tenho hipótese que se marcar a célula caceriigena com virus de gripe ou outro marcador identificável , realizará semelhante efeito , já que quase ninguém pode pagar 475 mil dólares. https://www.publico.pt/2017/08/30/ciencia/noticia/aprovada-primeira-terapia-genetica-para-tratar-a-leucemia-nos-eua-1783907/amp


5. Cirurgias Laser

6. Inovações

Ataques_ao_cancer

O jornalista Marcelo Rezende optou pelos ítens 1 e 2 e usou uma das últimas novidades para câncer de pancreas nesta linha que foi "melão de são caetano" e "raiz de dente de leão" que é fartamente citado na literatura .

Realizar tratamentos inovadores no Brasil , seja da linha 1 e 2, seja de imunoterapia ou tratamentos mais modernos convencionais (estes dois devido ao preço e dificuldades na aprovação da fase clínica e permissão para usar da ANVISA), trás uma série de riscos e dificuldades que a maioria dos médicos preferem deixar a pessoa morrer que arriscar perder seu CRM ou sofrer um processo.

A linha 2, em especial , não está homologada e/ou bancada pelo sistema para tratar câncer por mais que exista um trilhão de trabalhos científicos recomendando .


CURIOSIDADE 

Quando o Dr. Lair se defende dizendo que era amplo, funcional e que sua medicina "vai desde o chá da vovó até o GLIVEC  para tratar mieloide crônica " (parte 2 minuto 2:00) algo ocorre que talvez Lair Ribeiro desconheça e vai festejar caso lhe seja uma novidade . É que pesquisas demonstram que o caro e famoso GLIVEC  não passa de uma imitação do ALECRIM DO CAMPO . Cientistas compararam inclusive a ção do GLIVEC  com ALECRIM  do campo e quase não houve diferença. Neste link  http://livred.info/e-a-meu-filho.html?page=21 podemos ver que segue mesma via metabolomica da salsa, aipo e outros vegetais. Ou seja , das trilhões de opções de vias metabolômicas seria muita coincidência agir igual pela mesma via. Muito provavelmente mais um plágio da natureza  , que já sabemos ocorrer em massa quando a industria farmacêutica para poder investir na fortuna que é a fase clínica,  exige que a solução natural seja sintética e tenha exclusividade de fabricação. 


5. OLEO DE COCO

Aula do proprio Dr. Lair 
https://www.youtube.com/watch?v=I9b8eXXpwhM&list=PLR5lAKXz37e8YHXdfooHRY7jTfFTufNss

Pesquisar metanálise , Dr Mensi

Inimigo do HIV - texto organizado pelo prof_fabian_laszlo@hotmail.com
http://www.geocities.ws/ggompa/saude/nutricao/coco/oleo_de_coco_inimigo_do_HIV.html

Referências:

http://www.enig.com

http://www.lauric.org

http://www.coconutoil.com

http://www.pubmed.com

Report 14, Keep Hope Alive Magazine

Mary Enig cita 24 referências científicas na página 7 de seu artigo “Lauric Acid for HIV-infected Individuals,":

 

  1. Issacs,C.E. et al. Inactivation of enveloped viruses in human bodily fluids by purified lipids. Annals of the New York Academy of Sciences 1994;724:457-464.
  2. Kabara, J.J.Antimicrobial agents derived from fatty acids.Journal of the American Oil Chemists Society 1984;61:397-403.
  3. Hierholzer, J.C.and Kabara J.J. In vitro effects on Monolaurin compounds on enveloped RNA and DNA viruses. Journal of Food Safety 1982;4:1-12.
  4. Wang, L.L.And Johnson, E.A. Inhibition of Listeria monocytogenes by fatty acids and monoglycerides. Appli Environ Microbiol 1992; 58:624-629.
  5. Issacs, CEet al. Membrane-disruptive effect of human milk: inactivation of enveloped viruses. Journal of Infectious Diseases 1986;154:966-971.
  6. Anti-viraleffects of monolaruin. JAQA 1987;2:4-6 7. Issacs CE et al. Antiviral and antibacterial lipids in human milk and infant formula feeds. Archives of Disease in Childhood 1990;65:861-864.


CACAU E CORAÇÃO

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22301923

BENEFICIOS DO SOL MODERADO E VITAMINA D3 

http://ajcn.nutrition.org/content/88/2/570S.full?sid=fbb90161-3382-4f9f-8c0f-3e75f2201bfa 


FALTA DE TEMPO DOS MÉDICOS NO BRASIL 

Tudo que alguém falar em nome da ciência deveremos verificar . Na área biotecnológica, costumo consultar o sistema de bases NCBI-PubMed . Haverão assuntos fáceis de definir uma aproximação da verdade e outros temas mais polêmicos onde existem disputas de opinião. Para tanto , necessário é verificar o ano da publicação e quantas vezes ela foi citada e de que forma foi citada  para saber da sua credibilidade . 

Nem sempre o Dr. Lair Ribeiro, nem nenhum cientista da terra ,  estará correto pois ninguém é perfeito ou perfeitamente atualizado em todas as áreas . Mas confesso que achar erros nas palestras do Dr. Lair é algo bem mais difícil , porém não impossível. 

Lair é combatido por um grande número de médicos e ele rebate que esta maioria não tem tido tempo para estudar , mas estão acumulados de trabalho. Esta  declaração própria de professores, inclusive de medicina como ele , carrega uma realidade que podemos observar em diversos aspectos, desde as letras ruins no receituário apressado até nos menores índices de proporção de médicos para a população brasileira. 

São muitos os  brasileiros que gastam milhões de dólares por mês  pagando mensalidades do curso de medicina nas dezenas de faculdades no Paraguai , Argentina, Bolívia e outros países, cursando semelhante grade curricular de  mesmas matérias das faculdades brasileiras . Estive na fronteira do Brasil com Paraguai, em Ponta-Porã MS, e percebi grande numero de brasileiros e de universidades atuando na fronteira , depois em Foz do Iguaçu divisa com  cidade Del Leste PR, o mesmo quadro ; estudantes brasileiros , alguns com excelente formação em farmácia, enfermagem e outras formações , precisando recorrer a estes países , abandonando seu lugar de origem, porque aqui no Brasil , o CFM, CRM, MEC, e outros órgãos , alem de impor um provão de revalidação do curso (o que deveria aliviar exigências para atuação de universidades locais) ainda proíbem e aumentam dificuldades para aprovação do curso de medicina e da entrada de médicos formados no estrangeiro. Resultado : Um dos Índices piores do mundo de proporção de médicos para população. 

Mas as consequências disso não param por aí: Médicos possuem muito trabalho no Brasil, e com muito trabalho , não sobra tempo para se atualizarem , observa o professor, cientista e  Dr. Lair Ribeiro:

"A maioria dos médicos está trabalhando muito e não tem tempo de estar pesquisando" Lair Ribeiro  

Esta frase  encontra confirmação quando pesquisarmos as publicações científicas , sobretudo em torno dos assuntos onde a opinião de grande maioria  contrasta com a opinião do professor de médicos, médico com mestrado e doutorado, cientista , autor de 35 livros e 149 artigos científicos, ex-professor de Harvard e ex-presidente da empresa hoje conhecida como NOVARTIS

A OMS divulgou que um dos piores índices de proporção de médicos para população está no Brasil , onde 1/4 de nosso território (ou todo nordeste) tem índice semelhante aos dos países mais pobres do mundo . http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2013-05-20/oms-alerta-para-o-baixo-numero-de-medicos-no-brasil.html

Na pesquisa abaixo os portugueses reclamam do seu índice, enquanto o Brasil nem aparece na lista:

Imagem relacionada


Isto se dá , entre outras razões, devido as dificuldades impostas pelos conselhos federal e regionais , para estabelecer cursos de medicina (muito concorridos e caros) , proibir e dificultar atendimento de médicos estrangeiros, e cobranças de taxas e muitas burocracias exageradas (todas com as devidas justificativas é claro).

Solução - 1)Aprovar diversas faculdades para gerar menores preços em mensalidades, e depois aplicarmos um provão no revalida.  2)Diminuir as burocracias e permitir que médicos estrangeiros atuem 3) Implementar políticas que aumentem urgentemente o número de médicos para atender a população. 

Organizamos aqui as fundamentações científicas do Dr. Lair Ribeiro quando suas opiniões são colocadas em dúvida  durante a entrevista com Roberto Cabrini .


Fazemos isto em favor principalmente de formadores de opinião, estudantes, professores  e pesquisadores que queiram definir e resolver a questão. Como já pesquisei muitos assuntos correlacionados , conheço grande parte da literatura cientifica relacionada . 

Divulgamos diversos vídeos esclarecendo pontos  pouco percebidos pela ciência atual nestes 2  vídeos 


10. LEITE 

A deficiência de Lactase (LCT) afeta aproximadamente 75% da população adulta mundial e pode levar a uma má absorção e intolerância à lactose

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/28947679